jogos hoje

Assine jogos hoje por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Atirador deixa dois mortos na Nova Zelândia no início da Copa feminina

A polícia diz que o agressor também morreu, portanto não havia motivo para adiar a abertura do Mundial de futebol

Por Da Redação
Atualizado em 20 jul 2023, 09h38 - Publicado em 20 jul 2023, 09h09

Um ataque a tiros deixou duas pessoas mortas e seis feridas nesta quinta-feira, 20, em Auckland, na Nova Zelândia, horas antes do início da Copa do Mundo Feminina. A nação é sede do evento, junto a Austrália.

Segundo o primeiro-ministro neozelandês, Chris Hipkins, o atirador também morreu e que não havia risco à segurança nacional. Em visita ao local, ele confirmou que a Copa do Mundo aconteceria conforme planejado e que torcedores podem se sentir seguros. O estádio Eden Park, em Auckland, sediou a partida de abertura, apesar do incidente.

Hipkins disse que o tiroteio foi um “incidente individual”, mas acrescentou a presença policial reforçada dentro e ao redor das instalações esportivas será reforçada.

“As vítimas foram trabalhar esta manhã como fazem todas as manhãs, mas não voltarão para casa esta noite”, disse ele. “O trauma deste evento ainda será significativo.”

Continua após a publicidade

O tiroteio começou em um canteiro de obras na Queen Street, a principal via de Auckland, por volta das 7h20 do horário local, quando a polícia recebeu denúncias de tiros. O agressor, armado com uma espingarda, atravessou o canteiro de obras atirando e, ao chegar aos níveis superiores, “se protegeu dentro do poço do elevador”.

“Outros tiros foram disparados e ele foi localizado morto pouco tempo depois”, disse a polícia.

Um policial foi baleado e ferido pelo atirador durante uma troca de tiros em um poço de elevador, mas está em condição estável e deve passar por cirurgia. As outras pessoas feridas sofreram ferimentos moderados a graves, segundo as forças de segurança.

Continua após a publicidade

O atirador foi identificado como Matu Tangi Matua Reid, 24, que trabalhava no local e tinha histórico de violência familiar. Andrew Coster, comissário de polícia da Nova Zelândia, disse que Reid foi objeto de uma ordem de prisão domiciliar, mas tinha permissão para trabalhar no local.

Coster acrescentou que havia “indicações de histórico de saúde mental”, mas os crimes anteriores não sugeriam que Reid representasse esse tipo de ameaça. Ele não tinha licença para porte de arma de fogo.

O tiroteio ocorreu poucas horas antes da partida de abertura da nona Copa do Mundo Feminina em Eden Park, em Auckland, que viu a Nova Zelândia, co-anfitriã, vencer a Noruega por 1 a 0. Antes da partida, o estádio fez um momento de silêncio e as jogadoras usaram braçadeiras pretas em homenagem aos mortos no tiroteio.

Continua após a publicidade
Publicidade
jogos hoje Mapa do site

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por jogos hoje.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.

jogos hoje Mapa do site