how to bet on sports

Assine how to bet on sports por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Rebeca Andrade: o voo da rainha em 2023

A brasileira, de 24 anos, já tinha levado o ouro na Olimpíada de Tóquio, em 2021, mas agora foi ainda mais magnífico: ela destronou a americana Simone Biles

Por Diego Alejandro
25 dez 2023, 08h00

E lá foi ela. Rebeca Andrade respirou fundo ao sinal verde dos juízes, correu em direção à mesa e saltou de costas. No ar, seu corpo de 1,51 metro de altura envergou com delicadeza numa pirueta seguida de meia-volta. Na aterrissagem, como epílogo de uma sinfonia perfeita, cravou os pés no colchão — e seu nome na diminuta galeria das grandes estrelas da ginástica artística de todos os tempos. “Lindo, lindo!”, exclamou, pela televisão, Daiane dos Santos, ex-atleta, hoje cuidadosa comentarista. O espantoso movimento, batizado de Cheng, em homenagem à chinesa Cheng Fei, campeã olímpica em 2008, concedeu a Rebeca o primeiro lugar na final do salto individual no Mundial de Antuérpia, na Bélgica, realizado em outubro. A brasileira, de 24 anos, já tinha levado o ouro na Olimpíada de Tóquio, em 2021, mas agora foi ainda mais magnífico: ela destronou a americana Simone Biles.

No Japão, há dois anos, Simone havia desistido da competição, revelando-se humana, demasiadamente humana, deprimida e pressionada. Disse, depois de uma prova, estar passando por twisties. É fenômeno conhecido na ginástica. De repente, o corpo do atleta não responde mais a ele mesmo, e suas referências desaparecem. É uma espécie de desconexão que leva à desorientação. Neste ano, ela voltou — o que fez da vitória de Rebeca, insista-se, um momento memorável. O mundo reverenciou a conquista, e agora espera o duelo das duas nos Jogos de Paris, em julho e agosto de 2024. Será uma das grandes disputas do torneio. As duas sabem claramente que representam, hoje, um chamariz de excelência. Não por acaso, fizeram questão de se deixar fotografar — com a devida e esperada viralização nas redes sociais — numa balada das boas ao fim das provas em Antuérpia. Dançavam e riam como velhas amigas, em sussurros ao pé do ouvido, uma reverenciando a outra. É parceria que Rebeca resume com a ingenuidade e a sinceridade de quem sabe das coisas. “Sempre que a gente se encontra, nos tratamos com muito carinho”, disse. “Simone sempre mostrou quanto ela torce por mim, e eu por ela”. E o mundo torce pelas duas.

Publicado em how to bet on sports de 22 de dezembro de 2023, edição nº 2873


how to bet on sports Mapa do site

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

O Brasil está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por how to bet on sports.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Veja impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 39,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.

how to bet on sports Mapa do site